Padrões ou Pessoalização?


Por Juliane Meneguelli
Técnica em arquitetura com especialidade em interiores e organização

Toca seu telefone e logo se apresenta com seu nome e diz que você foi indicado por outro cliente seu, que por sua vez é primo da prima da sua cunhada… Enfim uma indicação… Pensa você Humm bacana…. Este novo futuro cliente já descreve que se apaixonou pelo trabalho realizado na casa de ciclano… Pensa você… Mais bacana ainda…
E já relata que adorou o espaço e que quer um projeto bem parecido e coisa e tal… Marca dia e horário para te contratar… Humm que ótimo!
Logo você já pensa… Vai ser fácil… , farei algo parecido… beleza…
Ah pura ilusão rsrsrs… Simplesmente em cinco minutos de conversa, você observa que um projeto, uma repaginação, uma organização não será igual à outra.

Pessoas, e pessoas realmente são diferentes, com longo do tempo a experiência fala por si só… Fica muito claro que seu futuro cliente gostou muito daquele ambiente, pois a recepção da família trouxe aconchego, harmonia em torno daquele momento dentro daquele espaço. A própria pessoa quando analisa suas necessidades já percebe que pra ele a realidade é outra.

É isso que acontece nos projetos e organizações comerciais, exemplo quartos de hotéis, eles são todos mobiliados de forma igual, por quê? Porque ali não é seu espaço de uso íntimo pessoal e sim um espaço agradável, que serve para todos e para um curto tempo de vivência.
Quando me refiro à igualdade na arquitetura e organização podemos sim, dar o exemplo nos materiais a serem usados: tijolo, cerâmica, tinta, aramados… Mas o que faz a diferença neles é a forma que se aplica. Este é o diferencial do seu trabalho, aquilo que chamamos de sensibilidade profissional…

Apartamento central

A realização do cliente hoje não é uma casa perfeita, organizada ao extremo com todos os nichos e armários possíveis para guardar tudo e todos… O que ele deseja, quando solicita um projeto é uma casa inteligente que integrem as pessoas em ambientes confortáveis, sem pressão de ser perfeito.

Casa residencial

Hoje não é nada inteligente em um profissional utilizar padrões com objetos ou móveis para trazer aconchego e organização no ambiente, um projeto eficiente é aquele que a organização é livre de padrões, versátil, funcional e mais ainda um ambiente saudável para o convívio de todos que habitam naquela edificação.

Casa de campo

Dica da Tere: como cliente deixe claro seus desejos; como profissional ouça atentamente e pessoalize.

2 Respostas


  • Betinho // // Resposta

    Tereza Karan surpreendentemente,diferente agradeço por ter compartilhado esse conhecimento diferenciado e promover crescimento em minha organização.!!!!!
    # dicadaterevaleapena!

    • Tereza Karam // // Resposta

      Grata pelo feedback, isso me motiva a continuar.

Deixe sua Resposta